Trabalhos Científicos
NORMAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

1. Inscrições dos resumos

O trabalho poderá ser escrito em português, espanhol ou inglês. O texto do resumo deverá; ser objetivo e conciso; oferecer informações essenciais e compreensíveis; em seus diferentes tópicos; ser redigido sem erros ortográficos; e apresentar-se de forma contínua e sem parágrafos. Os autores deverão ter atenção máxima às normas de revisão ortográfica completa. Não serão aceitos trabalhos com erros ortográficos graves e imprecisões de linguagem. As sentenças não deverão ser iniciadas com numerais. As abreviaturas e siglas deverão ser nominadas na primeira vez em que forem utilizadas.

Cada inscrição no congresso dará direito à apresentação de, no máximo, 02 (dois) trabalhos como autor principal. Não haverá limites para o número de trabalhos como coautores.

A decisão da Comissão Científica sobre a aprovação, classificação e premiação dos trabalhos será irrevogável, ou seja, os trabalhos serão aceitos ou recusados, e não haverá espaço para interposição de recurso.

Após efetuar a inscrição do trabalho, o autor receberá, via e-mail, a confirmação de sua efetivação. Esta confirmação dependerá de processamento interno, não sendo, por conseguinte, automática. Caso haja contato com o autor, este será feito por e-mail. Portanto, os participantes deverão certificar-se de que seus e-mails estão corretos.

Após a aprovação do trabalho, não serão permitidas inserções ou trocas de nomes de autores, coautores ou instituições, e nem alteração do texto.

Não serão aceitos trabalhos enviados por quaisquer outras vias que não a estabelecida neste regulamento, bem como projetos de pesquisa, trabalhos incompletos ou que não obtiverem 60% dos pontos na avaliação duplo cego, conforme barema específico, ou ainda pesquisas com seres humanos ou animais, sem a devida indicação do número de aprovação no comitê de ética em pesquisa.

A recusa do trabalho não implica a devolução do valor pago pela inscrição do(s) autor(es) no congresso.


1.1 Cronograma de submissão dos resumos

As inscrições dos trabalhos do I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas e do VI Congresso Brasileiro sobre o Uso Racional de Medicamentos ocorrerão durante o período compreendido entre 16/05/2017 e 18/06/2017, por intermédio exclusivo do sítio eletrônico www.congressobrasileiro.org.br.

É obrigatória a inscrição de pelo menos 01 (um) dos autores no congresso, sendo permitida a submissão de até 02 (dois) trabalhos por inscrição. A submissão, avaliação e divulgação dos resultados dos trabalhos científicos seguirão o seguinte cronograma:

Data Atividade
16/05/2017 Divulgação das normas para a submissão dos trabalhos científicos no sítio
18/06/2017 Data final para a submissão, até 23h59
04/09/2017 Anúncio do resultado dos trabalhos aprovados

1.2 Áreas de submissão

Identificar uma das áreas de conhecimento conforme segue:

Área 1 – CUIDADO EM SAÚDE: cuidado farmacêutico nos diferentes níveis de atenção e lugares de atuação, saúde estética, práticas integrativas e complementares e segurança do paciente.

Área 2 – TECNOLOGIA E INOVAÇÃO EM SAÚDE: avaliação de tecnologias em saúde, análises clínicas, toxicológicas e de alimentos, radiofarmácia, inovação em cuidado à saúde, pesquisa, desenvolvimento e produção de medicamentos, cosméticos, suplementos, nutracêuticos e outros produtos para a saúde.

Área 3 – GESTÃO EM SAÚDE: comunicação e gestão em saúde, gestão de pessoas, gestão da informação, gestão de resíduos, gestão de farmácias comunitária, magistral, hospitalar e pública, gestão da assistência farmacêutica, gestão de processos industriais.

Área 4 – EDUCAÇÃO FARMACÊUTICA: educação em nível de graduação ou de pós-graduação (residência, especialização, mestrado ou doutorado), programas de formação (como Pet-saúde, Pró-saúde), bem como módulos ou cursos para a formação continuada ou permanente, educação interprofissional, entre outros.

Área 5 – USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS: promoção do uso racional de medicamentos desenvolvida no SUS e demais serviços de saúde; entidades/instituições, nos meios de comunicação ou no âmbito da cultura.


1.3 Modalidades de submissão

As modalidades de submissões de trabalhos ao I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas são:

Modalidade 1 - relato de experiência didática de ensino (participação obrigatória de um docente);

Modalidade 2 - relato de experiência de ensino-aprendizagem e sua avaliação na graduação em Farmácia ou na pós-graduação (participação obrigatória de discente);

Modalidade 3 - resultados de pesquisa científica;

A área 5 (Uso Racional de Medicamentos) tem como modalidades de submissões de trabalhos modalidade 3 (resultados de pesquisa científica) e a modalidade 4, descrita a seguir:

Modalidade 4 - relato de experiência profissional bem sucedida.

Após identificar a área de submissão e a modalidade de submissão, o(s) autor(es) dever(ão) preencher o formulário eletrônico específico de submissão. Destaque-se que, para cada categoria, existe formato e barema de avaliação próprios. Veja “item 2.0” para mais detalhes sobre o formato e avaliação.


1.4 Direitos autorais

Os autores com trabalhos aprovados para apresentação e publicação concordam com os seguintes termos:

  • Os autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista Infarma o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution, que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nessa revista.
  • Os autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada na revista Infarma (ex.: publicar em repositório institucional), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nessa revista.
  • Os autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial ‒considerando que isso pode gerar alterações produtivas ‒, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.

1.5 Conflito de interesses

A confiabilidade pública no processo de revisão por pares e a credibilidade de artigos publicados dependem, em parte, de como os conflitos de interesses são administrados durante a elaboração e redação, revisão por pares e tomada de decisões pelos editores. Conflitos de interesses podem surgir quando autores, revisores ou editores possuem interesses que, aparentes ou não, podem influenciar a elaboração ou avaliação dos trabalhos. O conflito de interesses pode ser de natureza pessoal, comercial, política, acadêmica ou financeira.

Neste sentido, a Comissão Editorial, buscando evitar que conflitos de interesse possam afetar a confiança pública em seu processo de editoração, exigirá que o(s) autor(es), ao submeter(em) um resumo, em qualquer das categorias aceitas para publicação, indique(m) se há, ou não, conflitos de interesse que possam ter influenciado, de forma inadequada, suas ações. O(s) autor(es) deve(ão) ainda, reconhecer no resumo todo o apoio financeiro eventualmente recebido para o trabalho e outras conexões financeiras ou pessoais com relação à pesquisa.

Os revisores ad hoc deverão revelar aos editores quaisquer conflitos de interesse que possam influir em sua opinião sobre o resumo e, quando couber, declarar-se não qualificados para revisá-lo.


1.6 Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nos trabalhos serão usados exclusivamente para os serviços prestados para sua publicação final, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.


Proceda à elaboração do resumo em consonância com a modalidade de trabalho que o submeterá, às instruções gerais de formatação e às normas éticas.

Os trabalhos que envolvam pesquisa com seres humanos – pesquisa que, individual ou coletivamente, envolva o ser humano de forma direta ou indireta, em sua totalidade ou partes dele, incluindo o manejo de informações ou materiais – deverão seguir a Resolução nº 466/12, do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e a legislação correspondente. Os trabalhos que envolvam o manejo de animais – pesquisa que implique o uso de animais ou material biológico de procedência animal – deverão seguir a Lei Federal nº 11.794/2008, lei Arouca, e a legislação correspondente. Em ambos os casos, deverá ser incluído o número da aprovação no Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Não serão aceitos trabalhos que envolvam seres humanos ou animais sem os números de aprovação nos respectivos comitês de ética em pesquisa.

Não será aceita, nos resumos, a inserção de gráficos, tabelas ou ilustrações.


2.1 Relato de experiência didática

Poderá ser incluída, nesta categoria, relato de experiência didática desenvolvida em instituições públicas ou privadas. São válidas as experiências que envolvam disciplinas de graduação ou de pós-graduação (residência, especialização, mestrado ou doutorado), programas de formação, como Pet-saúde, Pró-saúde, bem como módulos ou cursos para a formação continuada ou permanente, educação interprofissional, entre outros.

Esse relato de experiência será inserido no sistema de submissão, por meio de um formulário específico, disponível no site www.congressobrasileiro.org.br, a partir da seleção da opção “Relato de experiência didática de ensino”.

As etapas e conteúdos da submissão são:

  • Informações sobre os autores [nome e sobrenome completos sem abreviações e na sequencia direta (em letras maiúsculas), instituição de afiliação (em letras maiúsculas, relacionando com número sobrescrito os autores, quando mais de uma Instituição), contato telefônico, e-mail, cidade, estado e atuação profissional].
    • Inseri-las na sequência de autoria. Não será possível modificar a sequência de autoria após esta inserção;
    • Serão aceitos até 5 autores por relato.
  • Título em letras maiúsculas, com até 150 caracteres, incluindo os espaços.
    • ATENÇÃO: para garantir a avaliação cega, serão desclassificados os trabalhos nos quais constarem, no título ou no corpo do trabalho, os nomes de instituições, organizações, entidades, cidades e estados, ou menções que permitam sua identificação.
  • Tipo de instituição de ensino: pública ou privada;
  • Nome da instituição de ensino (será incluído na identificação final dos autores e excluído na análise cega por pares);
  • Nome da unidade curricular/disciplina/do módulo/curso de capacitação (até 100 caracteres, incluindo os espaços);
    • Nome da unidade curricular, também conhecida como disciplina, não se refere ao lugar em que esta é ministrada.
  • Nível em que ocorre a experiência (graduação, Pet-saúde, Pró-saúde, especialização, residência, pós-graduação stricto sensu, formação continuada ou permanente, educação interprofissional, entre outros);
  • Número de estudantes ou profissionais que cursam a unidade curricular/disciplina/o módulo/curso de capacitação, por semestre;
  • Ementa da unidade curricular/disciplina/do módulo/curso de capacitação (até 500 caracteres, incluindo os espaços);
    • Ementa é uma descrição discursiva que resume o conteúdo conceitual ou conceitual e procedimental de uma unidade curricular ou disciplina. Os tópicos essenciais da matéria são apresentados sob a forma de frases nominais, ou seja, frases sem verbo. A redação é contínua, com separação por vírgulas ou ponto e vírgulas.
  • Lugar/cenário de prática [laboratório de habilidades, laboratório de simulações, outros laboratórios (especificar), unidade básica de saúde ou unidade de saúde da família, farmácia universitária, clínica-escola, laboratório-escola, hospital, hospital universitário, farmácia, clínica, praça ou outro lugar da comunidade, domicílio do paciente ou outro]. Marcar todas as opções que se aplicarem;
  • Carga horária prática (semestral), em horas;
    • Uma disciplina com atividades somente em sala de aula não deverá registrar carga horária prática. O registro de carga horária das aulas deve ser feito no campo carga horária teórica ou teórico-prática.
  • Carga horária teórica ou teórico-prática (semestral), em horas;
  • Competências pretendidas (até 1000 caracteres, incluindo os espaços);
    • Considere, para a descrição deste item, o conceito de competência: “mobilização de diferentes recursos para solucionar, com pertinência e sucesso, problemas da prática profissional, em diferentes contextos. Esses recursos ou atributos são as capacidades cognitivas, atitudinais e psicomotoras mobilizadas, de modo integrado, para a realização de ações profissionais.”
  • Estratégias de ensino-aprendizagem [leitura de textos e outras fontes referenciais, casos clínicos, filmes, imagens, simulação em role-playing ou realística, prática na comunidade (prática integrada ensino-serviço-comunidade, estágio curricular ou internato rural), outros];
  • Formas de avaliação do processo de ensino-aprendizagem: testes escritos, incluindo múltipla escolha e questões curtas, feedback oral ou escrito sobre a performance do estudante, revisão por pares, avaliação pelo paciente e debates em classe, Mini-CEX, ECOE/OSCE, long case, long books, vídeos, observação docente direta, revisão de prontuário, exame oral após observação de atendimento, entre outra;
  • Percepção do docente sobre o desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem. Descreva o relato da condução da disciplina/do módulo/curso de capacitação, aspectos positivos, desafios e perspectivas. Não repetir informações previamente preenchidas (até 1000 caracteres, incluindo os espaços);
  • Palavras-chave: até 5, preferentemente utilizando os descritores Scielo, Decs ou Mesh;
  • Financiamento e agradecimento (se houver): até 200 caracteres, incluindo os espaços. Quando houver dois ou mais tipos de auxílio ou agências de fomento, separá-los com ponto e vírgula;
  • Declaração de conflito de interesses:
  • Caso não haja, usar a expressão “Declaro (amos) não haver conflito de interesse”.
  • Descrever interesse financeiro/acordo com uma ou mais organizações que possa ser percebido como um conflito de interesses real ou aparente no contexto do assunto desse resumo (até 250 caracteres, incluindo os espaços).

2.2 Relato de experiência discente em ensino ou participação em movimento estudantil/associativo na graduação de Farmácia ou na pós-graduação

No relato de experiência de ensino-aprendizagem e sua avaliação na graduação de Farmácia ou na pós-graduação, deverão estar registrados todo o percurso desenvolvido pelo estudante em sua experiência de estágio, o projeto de extensão ou a participação em movimento estudantil/associativo relacionados com uma das áreas de conhecimento listadas no subitem 1.3.Essa categoria não se destina, portanto, à apresentação de resultados de pesquisas científicas.

Esse relato de experiência será inserido no sistema de submissão, por meio de um formulário específico, disponível no site www.congressobrasileiro.org.br, a partir da seleção da opção “Relato de experiência de ensino-aprendizagem e sua avaliação na graduação em Farmácia ou na pós-graduação”.

As etapas e conteúdos da submissão são:

  • Informações sobre os autores [nome e sobrenome completos, sem abreviações e na sequencia direta (em letras maiúsculas), instituição de afiliação (em letras maiúsculas, relacionando com número sobrescrito os autores, quando mais de uma Instituição), contato telefônico, e-mail, cidade, estado e atuação profissional].
    • Inseri-las na sequência de autoria. Não será possível modificar a sequência de autoria após esta inserção;
    • Serão aceitos até 5 autores por relato.
  • Título em letras maiúsculas, com até 150 caracteres, incluindo os espaços.
    • ATENÇÃO: para garantir a avaliação cega, serão desclassificados os trabalhos nos quais constarem, no título ou no corpo do trabalho, os nomes de instituições, organizações, entidades, cidades e estados, ou menções que permitam sua identificação.
  • Período: indicar o mês e o ano de início e término da experiência (serão aceitas experiências em curso ou concluídas há, no máximo, três anos). Objeto da experiência: indicar, de forma concisa, a qual atividade se refere o relato, com até 150 caracteres, incluindo os espaços. Objetivos: iniciar frases com verbo no infinitivo, até 150 caracteres, incluindo os espaços. Materiais e Métodos: descrever, de forma clara e concisa, como a experiência ocorreu, a fim de propiciar sua replicação, até 500 caracteres, incluindo os espaços. Resultados e discussões: percepção do discente sobre a experiência, descrever pontos positivos, negativos e recomendações, até 1000 caracteres, incluindo os espaços. Considerações finais: indicar os elementos principais que são depreendidos da experiência, até 500 caracteres, incluindo os espaços.
  • Palavras-chave: até 5, preferentemente utilizando os descritores Scielo, Decs ou Mesh;
  • Financiamento e agradecimento (se houver): até 200 caracteres, incluindo os espaços. Quando houver dois ou mais tipos de auxílio ou agências de fomento, separá-los com ponto e vírgula;
  • Declaração de conflito de interesses:
  • Caso não haja, usar a expressão “Declaro (amos) não haver conflito de interesse”.
  • Descrever interesse financeiro/acordo com uma ou mais organizações que possa ser percebido como um conflito de interesses real ou aparente no contexto do assunto desse resumo (até 250 caracteres, incluindo os espaços).

2.3 Resultados de pesquisa científica

Resultados de pesquisa científica desenvolvida em instituições públicas ou privadas. Devem ser estudos, com resultados, dos tipos: ensaios in vitro, experimentação animal, casos-controle, ensaios clínicos randomizados, coorte, revisões sistemáticas, com ou sem metanálise. Exceto para revisões sistemáticas, com ou sem metanálise, deverá ser especificada a aprovação em comitês de ética e pesquisa com seres humanos ou animais, conforme tipo envolvido.

Esse resumo será inserido no sistema de submissão, por meio de um formulário específico, disponível no site www.congressobrasileiro.org.br, a partir da seleção da opção “Resultados de pesquisa científica”.
As etapas e conteúdos da submissão são:

  • Informações sobre os autores [nome e sobrenome completos, sem abreviações e na sequencia direta (em letras maiúsculas), instituição de afiliação (em letras maiúsculas, relacionando com número sobrescrito os autores, quando mais de uma Instituição), contato telefônico, e-mail, cidade, estado e atuação profissional];
    • Inseri-las na sequência de autoria. Não será possível modificar a sequência de autoria após esta inserção;
    • Serão aceitos até 5 autores por relato.
  • Título em letras maiúsculas, com até 150 caracteres, incluindo os espaços;
    • ATENÇÃO: para garantir avaliação cega, serão desclassificados os trabalhos nos quais constarem, no título ou no corpo do trabalho, os nomes de instituições, organizações, entidades, cidades e estados, ou menções que permitam sua identificação.
  • Introdução: texto com até 350 caracteres, incluindo os espaços, contendo objetivos especificados ao seu final. Materiais e Métodos: texto com até 800 caracteres, incluindo os espaços. Resultados: texto com até 800 caracteres, incluindo os espaços. Conclusão: texto com até 120 caracteres, incluindo os espaços.
  • Palavras-chave: até 5, preferentemente utilizando os descritores Scielo, Decs ou Mesh;
  • Número de aprovação no comitê de ética em pesquisa com seres humanos ou animais, quando couber;
  • Financiamento e agradecimento (se houver): até 200 caracteres, incluindo os espaços. Quando houver dois ou mais tipos de auxílio ou agências de fomento, separá-los com ponto e vírgula;
  • Declaração de conflito de interesses:
  • Caso não haja, usar a expressão “Declaro(amos) não haver conflito de interesse”.

Descrever interesse financeiro/acordo com uma ou mais organizações que possa ser percebido como um conflito de interesses real ou aparente no contexto do assunto desse resumo (até 250 caracteres, incluindo os espaços).


2.4 Relato de experiência profissional bem sucedida

No relato de experiência profissional bem sucedida, deverão estar registrados as ações desenvolvidas nos serviços, com enfoque na promoção do Uso Racional de Medicamentos. A experiência deve estar relacionada especificamente com as área 5 listada no subitem 1.2. Essa categoria não se destina à apresentação de resultados de pesquisas científicas.

Esse relato de experiência será inserido no sistema de submissão, por meio de um formulário específico, disponível no site www.congressobrasileiro.org.br, a partir da seleção da opção “Relato de experiência profissional bem sucedida”.

As etapas e conteúdos da submissão são:

  • Informações sobre os autores [nome e sobrenome completos, sem abreviações e na sequencia direta (em letras maiúsculas), instituição de afiliação (em letras maiúsculas, relacionando com número sobrescrito os autores, quando mais de uma Instituição), contato telefônico, e-mail, cidade, estado e atuação profissional].
    • Inseri-las na sequência de autoria. Não será possível modificar a sequência de autoria após esta inserção;
    • Serão aceitos até 5 autores por relato.
  • Título em letras maiúsculas, com até 150 caracteres, incluindo os espaços.
    • ATENÇÃO: para garantir a avaliação cega, serão desclassificados os trabalhos nos quais constarem, no título ou no corpo do trabalho, os nomes de instituições, organizações, entidades, cidades e estados, ou menções que permitam sua identificação.
  • Introdução e Objetivos: texto com até 350 caracteres, incluindo os espaços, contendo objetivos especificados ao seu final. Método: texto com até 500 caracteres, incluindo os espaços. Resultados e Discussão: texto com até 1000 caracteres, incluindo os espaços. Conclusão: texto com até 500 caracteres, incluindo os espaços.
  • Palavras-chave: até 5, preferencialmente utilizando os descritores Scielo, Decs ou Mesh;
  • Financiamento e agradecimento (se houver): até 200 caracteres, incluindo os espaços. Quando houver dois ou mais tipos de auxílio ou agências de fomento, separá-los com ponto e vírgula;
  • Declaração de conflito de interesses:
    • Caso não haja, usar a expressão “Declaro(amos) não haver conflito de interesse”.
    • Descrever interesse financeiro/acordo com uma ou mais organizações que possa ser percebido como um conflito de interesses real ou aparente no contexto do assunto desse resumo (até 250 caracteres, incluindo os espaços).

3. Da avaliação dos trabalhos

O resumo só será submetido à avaliação dos consultores ad hoc após o atendimento às normas contidas neste regulamento. Na avaliação inicial do resumo, além das normas de publicação, serão analisados o atendimento aos aspectos éticos, bem como a modalidade e a área de submissão. Se aprovado nessa fase, o trabalho será encaminhado para dois consultores ad hoc, que avaliarão o rigor metodológico da abordagem utilizada, a atualidade, a originalidade e a relevância do tema, a consistência científica, coerência entre resultados e conclusão e o poder de agregar conhecimento na área da saúde.

O anonimato dos autores e dos consultores (duplo-cego) será garantido durante todo o processo de julgamento. Os pareceres dos consultores ad hoc serão analisados pela Comissão Editorial, a qual indicará outras alterações a serem efetuadas, caso julgue necessário. Os trabalhos seguirão para publicação, somente após a aprovação final da Comissão Editorial.

Os autores serão os responsáveis pela veracidade e pelo ineditismo do trabalho. As opiniões e conceitos emitidos, bem como a exatidão, adequação e procedência das citações bibliográficas, serão de exclusiva responsabilidade do(s) autor(es), não refletindo, necessariamente, a opinião da Comissão Editorial.

Os avaliadores não poderão analisar resumos de suas respectivas instituições, grupos de pesquisa ou colaboradores. A Comissão Editorial distribuirá os trabalhos a serem avaliados, seguindo estes critérios. Para garantir a avaliação cega, serão desclassificados os trabalhos nos quais constarem, no título ou no corpo do texto, os nomes de instituições, organizações, entidades, cidades e estados, ou menções que permitam sua identificação.

Cada modalidade de resumo será avaliada conforme barema próprio. Para conhecer os critérios de avaliação, clique no icone do PDF correspondente ao tipo de resumo submetido.

Baremas de avaliação dos resumos:

Barema PDF
Relato de experiência didática PDF
Relato de experiência discente
Relato de experiência profissional
Resultados de pesquisa científica
Avaliação do pôster e da apresentação oral

Oportunamente, serão divulgados os baremas de avaliação dos pôsteres e das apresentações.


4. Orientações para a elaboração de pôsteres

1. A medida limite dos pôsteres é 110cm de altura x 90cm de largura, redigidos em português, espanhol ou inglês.

2. Deverão conter no pôster: logo padrão do congresso (Download da logo em formato PNG), título em letras maiúsculas, autor(es) e suas afiliação(ões), e-mail(s) do autor(es) correspondente(s), itens especificados em cada modalidade de resumo, bem como as referências.

  • Para os trabalhos da modalidade de pesquisa científica, o item “Resultados” deverá estar acompanhado das discussões, sendo denominado “Resultados e discussões”.

5. Orientações para a apresentação de pôsteres

1. Os pôsteres deverão ser afixados no dia da apresentação, em horário a ser definido posteriormente, ficando sob a responsabilidade dos autores o material necessário para a colocação dos mesmos.

2. As apresentações dos trabalhos ocorrerão das 12h às 14h, devendo pelo menos um dos autores estar presente durante todo este período. Não serão emitidos certificados para trabalhos que não forem apresentados por meio de pôsteres.

3. As datas e os locais de apresentação, bem como o horário de retirada dos pôsteres, serão divulgados em momento oportuno.


6. Apresentações orais

Os resumos melhor avaliados em cada área temática serão adicionalmente apresentados de forma oral, em sessões coordenadas. As normas dessas apresentações, assim como os dias e horários, serão divulgados oportunamente.


7. Certificados

Ao término do Congresso, serão enviados os certificados eletrônicos dos trabalhos apresentados para os e-mails dos autores responsáveis pela submissão dos trabalhos. Estes ficarão responsáveis pelo envio aos demais coautores.


8. Publicações e premiações dos trabalhos

1. Será concedido um prêmio em dinheiro de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) ao 1º colocado, em cada área de submissão incluindo notas da avaliação dos resumos, dos pôsteres e das apresentações. Um prêmio em dinheiro de R$ 2.000,00 (dois mil reais) será entregue ao 2º colocado, em cada área de submissão.

2. Adicionalmente, os 10 (dez) melhores pôsteres e apresentações de cada área temática receberão certificados de menção honrosa.

As premiações e as menções honrosas serão concedidas ao final do evento.


SUBMISSÕES DOS TRABALHOS

Clique abaixo para submissão do trabalho:

» Modalidade 1 - Relato de experiência didática de ensino

» Modalidade 2 - Relato de experiência de ensino-aprendizagem e sua avaliação na graduação em Farmácia ou na pós-graduação

» Modalidade 3 - Resultados de pesquisa científica

» Modalidade 4 - Relato de experiência profissional bem sucedida

REALIZAÇÃO
CFF FBCF
CORREALIZAÇÃO
Ministério da Saúde
APOIO INSTITUCIONAL
OPAS CRF-PR
EXPOSITOR BLACK
ICTQ ABRAFARMA CRF-SP
EXPOSITOR PLATINUM
Bayer